Hiperplasia Prostática Benigna (HPB)

O que devo saber sobre Hiperplasia Prostática?

A próstata está localizada abaixo da bexiga em homens e produz componentes do fluído de sêmen.

Mais de metade dos homens com mais de 60 anos têm aumento da próstata.

Essa condição é denominada hiperplasia prostática benigna (HPB). Fatores relacionados à história familiar, hábitos de vida e alimentares, estímulo hormonal estão relacionados ao surgimento dessa condição. 

Não é câncer e não provoca câncer. É importante mencionar que alguns homens podem apresentar sintomas da HPB enquanto outros não.

Quais os sintomas?

Micção frequente. O sintoma mais comum da HPB é a vontade de urinar com mais frequência, inclusive durante a noite (nictúria). Isso ocorre porque a próstata pressiona a uretra, que conduz a urina para fora do corpo. Devido a pressão, os músculos da bexiga passam a trabalhar mais para liberar a urina. A bexiga, eventualmente, pode começar a se contrair, mesmo quando apenas uma pequena quantidade de urina está presente, criando a vontade de urinar com mais frequência.

 

Dificuldade para urinar. A pressão sobre a uretra pela próstata aumentada e o trabalho suplementar exigido aos músculos da bexiga pode levar a outros sintomas da HPB como, por exemplo, demora para iniciar a micção e urinar com um fluxo mais fraco do que antes. O homem pode sentir que ainda há urina dentro da bexiga mesmo após ter acabado de urinar.

 

Retenção Urinária: se a HPB bloqueia completamente a uretra, pode resultar em incapacidade de urinar (retenção urinária). A incapacidade de urinar é uma condição séria que pode danificar permanentemente os rins ou a bexiga. Neste caso, deve-se procurar um pronto socorro de urgência.

 

É importante consultar um urologista se o homem começa a apresentar sintomas da HPB.

Os sintomas da HPB também podem ser sintomas de outras doenças, incluindo tumores da bexiga e infecções, por isso a importância de consultar um médico se aparecerem sintomas, para realizar o diagnóstico correto e descartar outras possíveis causas.

 

Tem Tratamento?

Sim! O tratamento da HPB vai depender dos sintomas apresentados e sua intensidade. Infecções recorrentes, problemas para urinar, incontinência urinária e danos aos rins podem impactar significativamente na qualidade de vida do homem. Alguns medicamentos ou mesmo cirurgia podem ajudar se os sintomas são severos.

 

Quais cirurgias podem ser realizadas?

Pode ser realizada para enucleação da próstata por via abdominal (aberta, laparoscópica ou robótica), ressecção transuretral da próstata (conhecida popularmente como raspagem da próstata) e vaporização com Laser.

 

Procedimentos endourológicos (por dentro do canal urinário, sem corte abdominal): 

Os procedimentos de ressecção transuretral da próstata (RTU) e Laser são menos invasivos e têm recuperação mais precoce e são ideais para próstatas menores do que 80g.

Figura 2 - Hiperplasia prostática: tratamento de ressecção transuretral da próstata ou “raspagem da próstata”. A ressecção permite alargamento da via urinária ao nível da próstata e melhora o fluxo urinário.
Figura 3 - Hiperplasia prostática: tratamento com greenlight laser. A via de acesso é através do canal urinário, muito semelhante a ressecção transuretral de próstata. A vantagem do laser é o melhor controle de sangramento e alta precoce (em 12 a 24 horas), ideal para pacientes que utilizam anticoagulante ou tenham distúrbios de coagulação.
Figura 4 - Hiperplasia prostática: tratamento com greenlight laser. Visão da equipe cirúrgica e equipamento de laser.