Cirurgia Robótica para Tratamento de Câncer de Próstata

Prostatectomia: Preciso operar a Próstata para Tratar Câncer de Próstata. E agora?

Se você recebeu o diagnóstico de câncer de próstata, seu médico irá considerar muitos fatores antes de recomendar o melhor tratamento. Para muitos homens, isso pode significar uma prostatectomia (retirada da próstata e vesículas seminais). Nesta cirurgia, os médicos removem toda a próstata.

Uma vez indicada a cirurgia, muitos pacientes perguntam: “doutor, como é a cirurgia e a recuperação?”

A cirurgia de remoção da próstata pode ser realizada por duas vias de acesso principais: aberta e laparoscópica, sendo que por essa última via, a cirurgia robótica veio a agregar mais precisão nos últimos anos. Falaremos mais a respeito a seguir. 

Qual a diferença da Cirurgia Aberta e a Laparoscópica Robótica?

Cirurgia robótica: pequenas incisões de cerca de 1cm permitem a passagem de pinças e câmeras especialmente projetadas para realizar um procedimento preciso e minimamente invasivo, com tempo de recuperação mais rápido e incisões menores.

Cirurgia aberta: essa abordagem usa incisões e ferramentas tradicionais. Para circunstâncias mais complexas, uma cirurgia aberta pode ser uma opção mais apropriada do que uma cirurgia robótica. A escolha dependerá da avaliação criteriosa caso a caso. 

Como é a anestesia?

A prostatectomia leva cerca de três horas. Você estará sob anestesia geral, então estará completamente adormecido. 

Quais os passos da cirurgia?

Durante a cirurgia, o seu médico irá:

Realizar uma pequena incisão para obter acesso à sua próstata.

Remover a próstata.

Após a remoção, é  realizada a anastomose, ou seja, irá  fazer a sutura da bexiga a uretra, o tubo que transporta a urina para fora do corpo.

Passar uma sonda no canal da uretra que chega até a bexiga, o que permite que a urina seja drenada enquanto a área cicatriza.

Como é o pós-operatório?

Após a prostatectomia:

Em geral, mais dois dias de internação são necessários para observação clínica. São realizadas medidas de pressão arterial e freqüência cardíaca. Não havendo complicações, o paciente pode ser liberado para casa. 

Em casa: depois de ser mandado para casa, medicações para analgesia simples são utilizadas para controle da dor. Após a cicatrização do local da cirurgia, o cateter é removido no consultório médico. Isso geralmente ocorre em 07 a 14 dias, a depender da orientação do médico. 

É indicado o início de fisioterapia do assoalho pélvico que ajuda na recuperação precoce da continência urinária (capacidade de segurar a urina). Pode ser indicado o uso de medicação dilatadora dos vasos penianos (por exemplo, a Tadalafila) para que seja alcançada recuperação precoce da função erétil. 

Após 14 a 21 dias, você passará por reavaliação e será discutido o resultado da biópsia cirúrgica (análise da próstata e do tumor). Nessa ocasião será discutido se o tratamento adicional é necessário (a maioria dos pacientes não precisa de tratamento adicional).

Licença médica/afastamento: não recomendamos atividade extenuante ou trabalho pesado por pelo menos um mês após a cirurgia. A maioria das pessoas fica afastada do trabalho por duas a quatro semanas. Se você trabalha em casa ou em escritório, é possível retornar mais precocemente, com duas semanas. Mas sempre com orientação e após avaliação médica. 

É importante saber que após um mês, sua vida deve começar a voltar ao normal. Mas, alguns homens ainda experimentam efeitos colaterais que podem incluir:

  1. Incontinência urinária (vazamento de urina)
  2. Disfunção erétil

A prostatectomia é uma cirurgia de grande porte. A tecnologia e os avanços de técnica cirúrgica tem permitido a recuperação precoce da continência e potência sexual. Mas, ainda assim, a depender da gravidade do tumor e a recuperação individual, o retorno das funções pode ser mais longa. 

Os efeitos colaterais da cirurgia são geralmente temporários. No entanto, se eles estiverem afetando sua qualidade de vida, não deixe de me perguntar sobre as opções que podem ajudar.

Marque já sua consulta!